Leo Lipe

Leo Lipe nasceu na noite de Halloween e escreve sobre a beleza do Caos. É bacharel em Biomedicina (UFPE), porém, sempre gostou de dançar, atuar e escrever. Descobriu aos 27 anos que é autista e sua escrita foi um dos elementos que ajudaram a chegar no diagnóstico. Estuda Mitologia desde a infância e suas histórias sempre fazem referência aos mitos antigos. Ama a cidade do Recife. Vencedor do prêmio Wattys 2021 com a obra AFOGADORUM – O Dono do Mangue”, que faz um tributo ao movimento Manguebeat.


REDES SOCIAIS