Giulliana Fatigatti

giu_bolinha

Giulliana Fatigatti ama psicologia, tem especialização em dependência química mas trabalha com números. Esposa apaixonada e mãe de uma princesa de 9 anos.

Nascida em 16 de julho de 1984, considera-se a própria manifestação da palavra romântica. Deve ser porque ela nasceu justamente naquele mês em que segundo os astrólogos, nascem os mais românticos e sensíveis. Brinca, dizendo que vive em vários mundos, o da imaginação é um deles. Acredita nas “leis” da Causa e Efeito e Ação e Reação e defende a ideia de que isso é uma questão de lógica, pura física e não só esotérica, como muitos pensam.

Romântica ao extremo. Dramática por natureza e também por opção. Amante das palavras, com suas vírgulas, exclamações, interrogações, pontos finais e principalmente, as reticências.

Escreveu a sua primeira história com onze anos de idade. História essa que ainda a guarda, escrita com uma péssima caligrafia. Anos depois, veio a viver situação semelhante à descrita e mais alguns anos depois, escreve e publica o seu primeiro livro: Valeu a Pena – A Jornada de Uma Codependente, um romance e autobiografia lançado pelo Clube de Autores, onde ela conta a sua jornada na tentativa de ajudar o seu então namorado que entrou para o terrível mundo das drogas. Uma história de dor, lágrimas, superação, sorrisos e recomeços.

Momento Errado, seu primeiro romance-ficção, levou seis meses para se escrito e tem mais de 315 mil leituras no Wattpad. Ela respirou e viveu essa história até acreditar que ela seria capaz de levar o leitor a refletir se existe realmente o momento certo para sermos felizes.

Escreve mensalmente para coluna Relações Humanas /Bem Estar do site Itu.com e se arrisca a escrever crônicas em seu blog.

Facebook

Momento Errado
Manuela e Leonel colidem nas escadas da faculdade, dando início a uma grande e diferente amizade. Ele faz pós graduação em Marketing e tem planos de se mudar para o exterior em pouco tempo. Ela está no sexto semestre de publicidade e propaganda e estagia em uma das maiores agências da cidade.

Aos poucos, eles vão se conhecendo e se mostrando como são de verdade. Entre horas de conversa pela internet e banho de banheira no motel, eles compartilham sonhos, dividem desejos e conversam até sobre crenças e religião.

Ele é cheio de metas. Ela, vive em dois mundos, entre a vida real e o mundo fantástico. Ele é prático e lógico. Ela é dramaticamente romântica e sonhadora. Ele segura as palavras e controla sentimentos. Ela é intensa, não suporta fingir não sentir.

Ele quer conhecer o mundo. Ela fez dele, o mundo dela.

Ele consegue ver a alma dela através dos seus olhos. Ela consegue ver nele tudo aquilo que ele teme demonstrar. E apesar de todas as diferenças, eles descobrem que tem muitas coisas em comum, descobrem sonhos parecidos, gostos semelhantes e vontades similares.

Ele possui um segredo. Ela não faz nem ideia.

Ele diz que ela é a pessoa certa, só que na hora errada.
Original disponível