Pablo Zorzi

Pablo Zorzi é nascido em 1987, se considera fora do tempo certo e fala com orgulho que conseguiu finalizar a escrita do livro antes de se preocupar com a capa.

Formado em farmácia, vive no interior de Santa Catarina, mas nem por isso consegue escrever com som de pássaros ao fundo.

Fã número 1 de Tolkien e Martin, batizou os cães da família de Bilbo e Frodo. Sendo assim, seu primeiro livro, finalizado em 2014, foi a fantasia medieval “A Fúria dos Guardiões”, da qual chegou a iniciar uma continuação intitulada “A Marcha dos Gigantes”.

Em 2015, disposto a se aventurar por outros horizontes, engavetou a segunda obra, ainda inacabada, e passou a se concentrar num novo projeto: “Wow! O primeiro contato”.

Desde então ainda escreveu o romance histórico “A Penitenciária Apostólica” e está trabalhando numa obra policial com título “O Homem de Palha”.

 Wow! O primeiro contato – Vendido

O livro será lançado pela Verus Editora em 2017

O novo romance de Pablo Zorzi conta a história de Jerry Laplace, um astrofísico que trabalha voluntariamente em um projeto chamado SETI, cujo principal objetivo é monitorar e identificar sinais diferenciados vindos do espaço. Vivendo uma rotina monótona, Jerry vê sua vida virar de cabeça para baixo quando, sozinho uma noite no laboratório, recebe o sinal WOW, algo que finalmente pode comprovar uma atividade espacial.

O sinal WOW foi, na verdade, um sinal real recebido via rádio por um astrofísico em 1977, e Pablo faz um trabalho incrível ligando os fatos reais do passado a uma trama que envolve não apenas a possibilidade de vida fora da Terra, mas também lendas Maias e uma caçada de agentes do governo e de mecanismos de inteligência extraterrestre durante todas as suas emocionantes 326 páginas.


A Penitenciária Apostólica

A Penitenciária Apostólica é uma aventura de tirar o fôlego, tendo como pano de fundo os horrores da Inquisição Espanhola no século XV.

O livro conta histórias cruzadas de Eleazar Bar Habram, um jovem judeu que precisa fugir da Espanha após assinatura do Édito de Expulsão, e Gregório Mayorga, um assassino frio que viaja pelo país em busca de vingança.

A narrativa é uma envolvente aventura, principalmente porque está recheada de descrições dos perigos que rondavam os judeus durante a Inquisição. Dentre eles, os aparelhos de tortura usados para arrancar confissões nos julgamentos, como o Berço de Judas, o Cavalete, e a Toca.

No decorrer dos capítulos, o autor também coloca o leitor dentro de autos-de-fé, espetáculos que ocorriam quando os condenados pela Inquisição eram queimados vivos em palaques instalados em praças públicas.

Original disponível


A Fúria dos Guardiões

Uma trama sobre vingança entre os reinos e batalhas por conquista de território.

Um plano armado por uma mulher que se considera traída, antes rainha, coloca toda uma raça de elfos das sombras em batalha contra humanos, que com o auxílio de anões e a busca desesperada por elementos mágicos há muito esquecidos, precisam tentar impedir o mundo que conhecem de ruir para as sombras.

Em tom de alta fantasia, Pablo Zorzi nos apresenta uma repaginação dos deuses mitológicos nórdicos, em uma narrativa voltada a segunda grande guerra após a Criação.

Original disponível


A Marcha dos Gigantes – A fúria dos guardiões livro II

O reino dos homens está à beira da ruína.

Após os acontecimentos do primeiro livro, agora o mundo se divide sobre o estandarte de diversas raças. Anões e humanos estão unidos na luta por um mesmo ideal, enquanto Gullveig, a deusa bruxa, viaja do fogo ao gelo tentando convencer os gigantes a se juntem ao seu panteão na batalha que está prestes a começar.

Em tom de alta fantasia, Pablo Zorzi nos apresenta uma repaginação dos deuses mitológicos nórdicos, em uma narrativa voltada a segunda grande guerra após a Criação.

Em fase de produção


O Homem de Palha

Reineers, Alasca. Dezembro de 1993.

Numa gélida madrugada de Natal, o atropelamento de uma jovem desaparecida há dez anos é apenas o início de uma sequência de crimes brutais.

Nos dias seguintes, mulheres grávidas começam a desaparecer sem deixar vestígios.
Seus corpos são sempre encontrados empalhados, com os órgãos removidos, fetos sequestrados e posicionados em cenas teatrais montadas por um psicopata cruel, que todos passam a chamar de O Homem de Palha.

Nesse cenário de conflito e tensão, caberá aos oficiais Cole Fremont, um investigador local, e Allegra Green, a parceira que veio do sul do país, desvendar o mistério e encontrar os criminoso que está espalhando terror por aquela região do Alasca.

Em fase de produção